terça-feira, 19 de julho de 2011

“Amor por Campos?” Rosinha Garotinho vai viajar enquanto CAOS toma conta da cidade



"Onde está o dinheiro, o gato comeu, o gato comeu, e ninguém viu"

Por Sergio Mendes


Numa cidade em que a arrecadação certamente chegará a DOIS BILHÕES DE REAIS, é inadmissível que a Prefeita Garotinho, atrase em três meses o repasse para as instituições sociais, que vem exercendo um trabalho à décadas em Campos, junto as pessoas carentes. O atraso aos serviços da Apoe, Apae, Asilo do Carmo, Associação Monsenhor Severino e S. José Operário ( Educandário dos Cegos ) é injustificável. Sem contar que hospitais e escolas conveniadas, também estão padecendo deste sofrido "retardamento" no repasse das verbas. Paralelamente, este mesmo governo, gasta 70 millhões com a construção do sambódromo - nada contra, porém qual é o critério de prioridades? -, 16 milhões para abusar na propaganda oficial, 6 milhões com um aluguel de programa de computador para a Secretaria de Saúde, 40 milhões com terceirizações diversas. Enfim, enquanto o pau canta na casa de Noca, a família viaja para descansar, e talvez, exercitar canto, para novos shows. Durma com um barulho destes.




“Atraso no repasse é por incompetência”

Cansado de esperar por uma solução, o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Renato Gonçalves, chutou o balde. Em matéria publicada hoje (19) pela Folha, ele disparou: “As entidades que prestam assistência social não podem ser colocadas como pedintes. O atraso no repasse das verbas municipais e federais pela Prefeitura é por incompetência”. Inclusive, foi protocolado no Ministério Público Estadual um pedido de providências sobre esse problema. É inconcebível que uma cidade com Orçamento anual de R$ 2 bilhões e obras faraônicas como o Cepop (cerca de R$ 70 milhões), não valorize entidades como Apoe, Educandário dos Cegos e Associação Monsenhor Severino.


Do blog do Bastos




ENTIDADES SOFREM E A FLOR PASSEIA

Na última semana comentei aqui no blog sobre a dura vida das entidades que prestam serviços relevantes e estão sem receber o repasse da Prefeitura de Campos. Agora, após matéria publicada hoje (19) pela Folha da Manhã, fiquei sabendo que nada foi resolvido e a situação é pior do que a gente imaginava. Mas vocês acham que a prefeita despreparada está se preocupando com isso? Que nada! Tanto, que foi passear com a família. Como eu já disse, esse mesmo governo que gasta R$ 14,6 milhões para conservação de Parques, R$ 14 milhões para um software da Saúde, R$ 36 milhões para serviços de limpeza e R$ 18 milhões para um convênio na CamposLuz, está desde março sem repassar recursos para instituições como o Educandário São José do Operário, Apoe e Monsenhor Severino. Em breve a população de Campos vai descobrir o que aconteceu com o dinheiro da Prefeitura!


Do blog do vereador Marcos Bacellar

Blogueiro fala...

A prefeita Rosinha garotinho, que diz "amar" Campos, preferiu viajar do que administrar o CAOS que seu governo vive na administração pública em Campos.
Olha que isso só é o começo do CAOS, tem muita coisa por vir, aguardem!

5 comentários:

  1. A prefeita também tem direito a um descanso

    ResponderExcluir
  2. Caro anônimo das 16:33,
    Rosinha quando quis ser candidata a prefeitura de Campos, sabia que não contaria com férias, principalmente quando o municipio passa por um CAOS administrativo. Eu não entendo tanto cansaço da prefeita, ela descansou durante 6 meses que ficou afastada por determinação da justiça e, quer descansar mais?
    Na verdade, a prefeita deve estar cansada de ter que ficar alguns dias durante o mês em Campos, para sair na foto, pois cansada de administrar a cidade, isso não é mesmo, até porque, como se cansa sem governar?
    Mistérios...

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, sou funcionario da prefeitura e trabalho no HGG e posso dizer que a situação não é muito diferente, porque lá o que existe é uma ordem para os coordenadores de cada setor que são DAS procederam com abertura de sindicancia dos funcionarios ao seu bel prazer. Como a poucos dias alguns funcionarios foram ameaçados de tranferencia para unidades distantes de sua residencia e para outra fundação a qual não pertence, com a justificativa que agora é uma só fundação, isso porque os DAS acham que esses funcionarios estão contra esse governo, querem tranferir sob qualquer argumento. E pior tem DAS que nem comparece ao HGG como deveria só vai uma vez por semana e olhe lá, o mais incrivel que os outros DAS reclamam, mas como dizem que contra a justiça nada podem fazer pq tem costas quente, fica o HGG procurando quem os defenda de verdade e não diga só AMEM...

    ResponderExcluir
  4. Assim como todos devemos ter direitos iguais, a prefeita também tem direito de descansar e viajar ! Tem filhos em casa que precisam dela !

    ResponderExcluir
  5. Todo trabalhador tem direito a férias ! Ela ficou 6 meses fora porém os filhos estavam estudando ! Agora deixa a família aproveitar ! Isso é um direito do trabalhador !

    ResponderExcluir

Este é um espaço democrático para que cidadãos possam exercer seu direito de expressão, porém com responsabilidade e coerência. Comentários que apresentarem conteúdos aos quais o blog por ventura não tiver ciência da veracidade, acusações, calúnias, poderão ser excluídos ou ter trechos substituídos por (***).