quinta-feira, 23 de junho de 2011

Paralisação dos profissionais da educação da rede municipal de Campos (05 de julho) ganha força após decreto da prefeita “ditadora” Rosinha Garotinho




Os profissionais da educação da rede municipal de Campos já estão em estado de greve desde o último dia 08/06 após assembléia realizada na sede do SEPE/Campos, onde também ficou decidida uma paralisação geral no dia 05/07, com atos pela cidade e manifestação no final da tarde na Praça São Salvador.
No último sábado sindicalistas e profissionais da educação realizaram um “adesivaço da educação” no centro da cidade, onde mais de mil carros receberam o adesivo de apoio à valorização da categoria e também por uma educação pública de qualidade, o que não é oferecido pelo governo da prefeita Rosinha Garotinho. Além do adesivaço os profissionais da educação conversaram com a população mostrando a farsa deste governo no que tange educação e escancarando a perseguição e as mentiras de valorização pregada pela prefeita Rosinha Garotinho e sua trupe.
O resultado satisfatório e a receptividade de apoio da população com a categoria e suas reivindicações, levaram o SEPE/Campos a organizar um novo adesivaço e panfletagem junto à população para expor as verdades dos fatos. (confirmaremos, mas provavelmente será no próximo sábado 25).
O blog foi informado que em algumas unidades os profissionais estão elaborando documento e custearão milhares de xerox onde denunciarão a comunidades escolar através de panfletagem o descaso do governo junto aquela unidade, além de denunciar a perseguição da prefeita junto com os servidores públicos do município. Em outras unidades, faixas e cartazes serão preparados para protestos no centro da cidade.
A paralisação ganhou força após o decreto 305/2011 que estabelece critérios para concessão de licença aos servidores vinculados ao Município de Campos dos Goytacazes. O ato da prefeita Rosinha, além de imoral também é inconstitucional, mas deixa claro a todos, que a prefeita não respeita servidores e muito menos as leis, sendo assim, também não respeita os cidadãos, tornando suas vontades e maldades pessoais em decretos para satisfazer seu ego.
A população está cada dia mais atenta na farsa e falsidade deste governo e declara apoio aos servidores públicos do município.

Educação na rua,
Rosinha a culpa é sua!

5 comentários:

  1. Olhem diretores(as ) fazendo terrorismo!
    A minha ainda não f~ez ando de gravador

    ResponderExcluir
  2. e as crianças sem aulas, e as mamães vernosas, ué culpsa de rosinha, a preteita sem diálogo

    ResponderExcluir
  3. 305/11 olha a lei do retorno............

    ResponderExcluir
  4. Professores, firmeza na luta. Planejem bem cada passo e serão vitoriosos. O piso legal para 40 horas, nível médio, calculado conforme o que está n alei do piso, não pode ser inferior a R$ 1.450,85.
    Entenda melhor o valor do piso vendo:http://www.youtube.com/watch?v=zzjSvW5Mcm0&feature=share

    ResponderExcluir
  5. A RAINHA ESTÁ TÃO ENCRESPADA , QUE NÃO ESTÁ NEM AÍ , PRA EDUCAÇÃO , SAÚDE , DIZEM QUE DEU UM PRESENTE PRO REI UMA COROA COM CHIFRES , QUE RAINHA BONDOSA NÉ?

    ResponderExcluir

Este é um espaço democrático para que cidadãos possam exercer seu direito de expressão, porém com responsabilidade e coerência. Comentários que apresentarem conteúdos aos quais o blog por ventura não tiver ciência da veracidade, acusações, calúnias, poderão ser excluídos ou ter trechos substituídos por (***).